MINIMALISMO E SER FINANCEIRAMENTE INTELIGENTE

Sunday, February 05, 2017

Parece que o minimalismo tem sido um assunto recorrente aqui pelo blog, não é? Bem na verdade tem sido um assunto recorrente na minha vida pessoal o que naturalmente transparece para as temáticas do blog. Quando comecei a incorporar o conceito de minimalismo no meu quotidiano, a primeira grande diferença que notei foi a minha relação emocional (ou a ausência da mesma) com os bens materiais. Se anteriormente era frequente comprar impulsivamente por me sentir triste ou stressada, hoje em dia sinto que sou muito mais equilibrada e esses momentos são uma raridade. Além disso, vim mais tarde também a perceber como o minimalismo influenciou a minha forma de ser financeiramente. Nunca tinha pensado muito no assunto até certo dia estar a olhar para um monte de maquilhagem depois de uma sessão de destralhe e pensar: porque é que não fui mais consciente na hora de comprar? Será que preciso mesmo de dois batons vermelhos virtualmente iguais? Foi nesse momento que tomei consciência dessa mudança, sei que hoje em dia nunca compraria dois batons iguais não só porque seria mais "tralha" como um gasto pouco consciente do meu dinheiro.



1. INCORPORA O MINIMALISMO E DESTRALHA A TUA VIDA

Incorpora o minimalismo e procura uma relação emocional mais equilibrada com os teus bens materiais. É difícil durante a fase de destralhe inicial confesso - mas e se precisar destes collants vermelhos que não utilizo há 5 anos?! - mas a sensação de liberdade emocional consequente é maravilhosa. Principalmente numa fase da minha vida que está propensa a mudanças de casa e até de cidade ou país, é essencial não me sentir limitada por um monte de tralha.

2. GASTA COM MAIS CONSCIÊNCIA

Em adição a me ter ajudado a estabelecer uma relação emocional mais equilibrada, o minimalismo ajudou-me também a aprender a gastar com mais consciência. Por isso, tenta evitar ao máximo compras por impulso e toma consciência do dinheiro que irás gastar. Questões que gosto de me colocar incluem: Já tenho igual ou parecido? Será que preciso mesmo? Posso pedir emprestado ou comprar usado?

3. ESTABELECE OBJECTIVOS FINANCEIROS

Se estabelecer novos objectivos e resoluções pessoais e de saúde são essenciais no começo de uma nova etapa, não será igualmente importante estabelecer objectivos financeiros? Queres comprar um carro novo? Quando e quanto tempo vais demorar a poupar o dinheiro necessário? Outro ótimo conselho é estabelecer um fundo monetário de emergência para situações extraordinárias, por exemplo ficar sem trabalho. Este fundo deve equivaler a pelo menos 3 meses de salário de forma a cubrir todas as despesas mínimas e fixas.

4. APOSTA EM EXPERIÊNCIAS VS. BENS MATERIAIS

Actualmente sou muito apologista de apostar em experiências versus bens materiais. Um amigo ou namorado(a) faz anos e não sabes o que lhe oferecer? Porque não bilhetes para o teatro ou um fim-de-semana no spa e dolce far niente? A maior dádiva que podes oferecer a alguém é o teu tempo e atenção, serão essas experiências e sentimentos que irão recordar juntos para sempre.

Que outras dicas segues para ser financeiramente inteligente?

  • Share:

You Might Also Like

2 Comments!

  1. A meu ver a área onde é mais difícil aplicar o minimalismo é mesmo a financeira! A verdade é que por mais que uma pessoa se esforce e corte despesas infelizmente o dinheiro não estica! :P
    Mas concordo plenamente contigo! :)
    Beijinho
    Cris

    www.lima-limao.pt

    ReplyDelete
  2. Olá Andreia! Estou de volta ao blog e é bom rever quem ainda se mantém por aqui :) Gosto muito do "rumo" que o teu blog tomou!

    Sobre o teu post, o ponto 4 é um dos lemas da minha vida a nível de presentes. Além de o colocar em prática quando sou eu a oferecer, quando sei que vou necessariamente receber presentes, Natal e Aniversário, friso isso aos meus familiares e amigos. Prefiro que gastem tempo e dinheiro a escolher uma experiência, nem que seja um lanche do que a comprar-me algo material que provavelmente não preciso!

    Já tens mais uma seguidora nas tuas redes socias!

    Beijinho, Rita

    ReplyDelete