REDUZIR O CONSUMO DE CAFÉ E BEBIDAS ENERGÉTICAS?

Sunday, August 14, 2016

Já vão longe os meus anos de universidade, e quantas saudades ficaram devo admitir, onde vivia e sobrevivia de cafeína a todas as horas do dia. Nunca gostei muito de bebidas energéticas mas lembro-me perfeitamente de beber entre 4 a 6 doses de café practicamente todos os dias. Ficava extremamente sonolenta, com enxaquecas e falta de concentração se não tomasse logo uma dose dupla pela manhã. Na altura sempre pensei inocentemente que essa dependência pela cafeína era perfeitamente normal e que os tempos de faculdade são sempre marcados por muitas noitadas, mas hoje com maturidade acrescida, vejo como estava enganada. A prova disso mesmo é que actualmente tenho uma vida ainda mais preenchida em termos de horas de trabalho mas bebo apenas um café 2 a 3 vezes por semana porque gosto do aroma e não por necessidade. Consumir doses excessivas de cafeína e outros estimulantes é como mudar o pneu vazio de um carro para depois ir guiar numa estrada cheia de buracos e esperar um bom desempenho, não é a solução do problema mas sim um remediar temporário. Seguir um estilo de vida saudável com uma dieta equilibrada, sono adequado e em certos casos acompanhamento profissional deverão sim ser a primeira escolha para solucionar a falta de energia e cansaço crónico.


1. DORMIR COM QUALIDADE

Não posso deixar de sublinhar o quão importante é este passo se procuram reduzir o consumo de cafeína. O nosso corpo é uma máquina biológica extremamente inteligente que sabe quando nos provocar sonolência - na ausência de luz solar - e quando elevar os nossos níveis energéticos. Dormir 7h a 8h por dia continua a ser o mais aconselhado por profissionais de saúde mas cada pessoa deve adaptar o mesmo às suas necessidades individuais. Outro ponto importante é deitar cedo e cedo erguer, o nosso organismo foi feito para estar acordado e productivo durante as horas de luz solar e sonolento durante a noite. Uma dica extra, quando se levantarem de manhã, vão até à janela e deixem a luz do sol bater-vos na cara durante alguns minutos, este estímulo luminoso irá ajustar o vosso ritmo circadiano e dizer ao vosso cérebro - Bom dia, é hora de acordar! Por oposição, 1h antes de deitar deverão evitar ambientes demasiado luminosos e ecrãs digitais, é preferível ler um livro ou ouvir música antes de adormecer.

2. REDUZIR GRADUALMENTE

Como com qualquer substância com propriedades viciantes, também a cafeína requer uma redução gradual do seu consumo diário. A maior parte das referências profissionais de saúde que encontrei recomendam a redução de meia chávena de café a cada 2 dias mas pode variar bastante de pessoa para pessoa. Por exemplo, se bebes 4 chávenas por dia (incluíndo chá preto ou bebidas energéticas), começa por reduzir para 3 e meia durante dois dias, depois para 3 chávenas e por aí fora.
 
3. BEBER MUITA ÁGUA OU BEBIDAS/INFUSÕES NATURAIS

Hidratação adequada é sem dúvida um dos pilares essenciais para uma vida totalmente saudável e plena, tornando-se particularmente importante quando queremos reduzir o consumo diário de outras bebidas. A redução do consumo excessivo de bebidas como o café ou energéticas pode trazer imensos benefícios mas deve ser sempre acompanhada de um aumento do consumo de água de forma a compensar a diminuição na ingestão total de líquidos. Ótimas opções além da água, são águas aromatizadas com fruta ou infusões de ervas sem cafeína - como por exemplo a camomila ou menta.

4. SUBSTITUIR O HÁBITO

Não há como negar o facto de que o ser humano é um animal de hábitos. Gostamos do conforto de dormir sempre do mesmo lado da cama ou de apanhar o metro sempre na mesma porta, faz parte da nossa natureza! O que também pode explicar porque nos é tão difícil alterar hábitos diários menos benéficos - como por exemplo uma dieta inadequada ou fumar. O truque, na minha opinião, é substituir esses hábitos por algo menos nocivo. Por exemplo, nas manhãs frias de Inverno, substituir a chávena de café matinal por uma infusão de ervas poderá ser uma ótima opção para preencher o hábito de beber algo quente ao pequeno-almoço. Ainda mais importante é substituir o hábito de bebidas energéticas - cheias de cafeína, açúcar e outras substâncias nocivas - por bebidas mais naturais e saudáveis, talvez um chá frio com limão ou um smoothie caseiro.

5. O ESTADO NATURAL É ENERGIA E VITALIDADE

Sentir sonolência excessiva ao longo do dia, viver num estado de cansaço crónico ou precisar do kick de cafeína matinal para conseguir funcionar mentalmente não é saudável e muito menos natural. Se não tens nenhum problema de saúde diagnosticado - sendo por isso essencial o acompanhamento profissional - que explique o cansaço crónico, é porque poderás não estar a ter o descanço adequado ou a tua dieta poderá ser pobre e inadequada. Procura seguir os 5 passos aqui referidos e aconselhamento nutricional ou médico se necessário.

Nos últimos 4 ou 5 anos, reduzi bastante o meu consumo geral de bebidas com cafeína e a dependência pela mesma desapareceu completamente. Continuo a gostar do cheirinho de café acabado de fazer e do sabor e por isso bebo apenas 1 chávena dia sim dia não, geralmente com um pouco de leite de amêndoa e sem açúcar ao pequeno-almoço. Bebidas energéticas e refrigerantes é outra conversa e para ser honesta nem me consigo recordar de quando foi a última vez que consumi uma bebida dessas - e ainda bem! 

Quem mais por aí está a considerar reduzir o consumo de bebidas com cafeína?

  • Share:

You Might Also Like

2 Comments!

  1. foi das coisas que mais me custou quando comecei a treinar e a ir a um nutricionista. pensei que fosse junk food, mas foi mesmo os cafés e bebidas energeticas! de momento ja nao estou tao fit outra vez mas nunca mais consumi nada, ja nem sinto saudades :)

    gostei mto do teu post*

    http://rrriotdontdiet.blogspot.pt/

    ReplyDelete
  2. Nunca fui muito de ligar ao café mas durante uns anos bebi um por dia até ao dia em que o café me começou a alterar o sistema nervoso que já não é dos mais fáceis. E simplesmente deixei de o beber diariamente para o fazer de forma muito mais esporádica! ;)
    Beijinho
    Cris

    ReplyDelete