COMPRAR PRODUTOS BIOLÓGICOS? O QUE SÃO OS CLEAN 15 E DIRTY 12?

Thursday, May 19, 2016

O conceito da produção biológica chegou em força e veio para ficar, assim parecem indicar dados recentes da UE. Entre os anos de 2003 e 2010, a compra e o consumo de produtos biológicos cresceu quase 50% por toda a Europa. Em Portugal, 6.3% da área de cultivo actual é exclusivamente destinada a agricultura biológica. Se há dez anos atrás, o conceito de agricultura biológica estava restrito a lojas especializadas e produtores locais, agora os produtos bio estão por todo o lado. No entanto, e quem compra produtos biológicos sabe bem do que estou a falar, seguir este tipo de alimentação pode sair bastante caro. Alimentos de produção biológica podem custar entre 1.5 a 3 vezes mais do que os seus equivalentes convencionais, o que naturalmente nos leva a perguntar, será que vale a pena? Quais são as vantagens?


O QUE SIGNIFICA PRODUÇÃO BIOLÓGICA/ORGÂNICA?

Em Portugal, assim como em todos os outros países membro, a regulamentação e certificação oficial de produtos biológicos é legislada pela UE (detalhes aqui). Um produto de denominação biológica/orgânica é aquele produzido de acordo com as seguintes diretrizes:
  • Sem a utilização de fertilizantes/pesticidas/outras substâncias de produção sintética
  • A utilização de fertilizantes de origem natural (por exemplo estrume) é autorizada
  • Não é permitida a utilização de plantas/sementes GMO (genetically modified organism)
  • Em criação animal, os animais devem ter acesso diário a pasto/espaço livre e alimentados com ração de origem também biológica
  • Não é permitida a administração de métodos hormonais e/ou antibióticos para o controlo de peste ou reprodução
QUAIS SÃO AS PRINCIPAIS DIFERENÇAS? É VANTAJOSO?

O consenso não é geral e continua a ser tema de debate constante entre especialistas mas a balança parece pender gradualmente para o lado dos produtos biológicos. Um estudo recente realizado no Reino Unido concluiu que as hortículas e frutas orgânicas continham 40% mais micro-nutrientes (Vitamina C, Zinco, Ferro...) do que os seus equivalentes convencionais; o mesmo para substâncias antioxidantes (58% mais). No entanto, alguns especialistas sublinham que nem todos os produtos orgânicos são "farinha do mesmo saco" e que existe muita variação de acordo com métodos de produção, regiões e estações do ano. No que se refere a produtos animais, estudos recentes parecem indicar que não existe uma diferença significativa em termos nutricionais entre carne biológica e carne convencional. No entanto, animais de criação convencional são tratados regularmente com hormonas e antibióticos que por sua vez contaminam a carne, ovos, leite e derivados.

Algumas das vantagens indicadas em prol da produção biológica:
  • Respeita a produção natural de agricultura, mantendo a qualidade mineral dos solos e águas subterrâneas
  • Reduz a contaminação de águas e solos com substâncias tóxicas
  • Apoia a biodiversidade local de plantas, sementes e espécies animais
  • Reduz a contaminação dos alimentos com substâncias tóxicas
  • Apoia a produção local/rural de agricultura
  • Incentiva a fixação de novas populações em áreas previamente "abandonadas" do país
O QUE COMPRAR DE PRODUÇÃO BIOLÓGICA?

Que o consumo de produtos biológicos poderá trazer vários benefícios não só a nível nutricional, mas também a nível ético e ecológico, penso que muitos devemos concordar. Mas e o peso na carteira? Os produtos biológicos podem custar entre 1.5 a 3 vezes do que os produtos convencionais, ultrapassando facilmente o orçamento mensal de alimentação de muitas famílias. Então, como escolher? Comprar ou não comprar? Será que devemos preferir os tomates biológicos ou as bananas? A carne ou as hortículas?

O QUE É O "CLEAN 15 vs. DIRTY 12"?

Para ajudar nesta escolha, a associação americana Environmental Working Group publica anualmente uma lista de 15 hortículas (clean 15) que apresentam os menores níveis de contaminação de pesticias e os 12 (dirty 12) com maior contaminação. É preciso ter em atenção que esta lista é baseada na produção de hortículas dos EUA e poderá ser diferente para a EU/outros países devido a diferentes legislações. No entanto, serve como guia inicial para ajudar na escolha de quais os produtos que deve preferir comprar de produção biológica e quais pode comprar convencionais.


Como referi anteriormente, a lista é um ótimo ponto de partida mas deve também ter em atenção outros factores, tais como a origem do produto e a época do ano. Por exemplo, um produtor local da sua região até pode cultivar as hortículas seguindo técnicas dentro do conceito "biológico" mas não ter necessariamente o rótulo oficial de "produtor biológico" pois este acarta custos adicionais elevados. Da mesma forma, hortículas e frutas, mesmo que de produção biológica, mas importadas de longe por estarem fora de estação, não só deixam uma maior pegada ecológica como perdem muito do seu valor antioxidante e nutricional. Por último, se comprar produtos biológicos está fora do seu orçamento alimentar, não tem qualquer problema e não há motivos para desespero. Afinal de contas e na minha opinião, é melhor seguir uma alimentação equilibrada que inclua diversos vegetais, mesmo que convencionais, do que não comer absolutamente nenhuns. 

Concluindo, escolher o que comemos e de onde vem a nossa comida é uma decisão muito pessoal e própria mas queria apenas com este post resumir alguma informação sobre o assunto e de certa forma, abrir a discussão do tema. Por aí, consume produtos biológicos com frequência ou não?

  • Share:

You Might Also Like

4 Comments!

  1. Confesso que não, precisamente por serem mais caros, mas tento fazer uma alimentação equilibrada e variada!
    Obrigada pela partilha! :)
    Beijinho
    Cris

    ReplyDelete
  2. Adorei o post! :) Eu não costumo comer alimentos biológicos, mas quero ver se introduzo um ou outro na minha alimentação.
    Beijinhos

    www.andybefashion.com | Facebook | Instagram | Snapchat

    ReplyDelete
  3. Adorei o teu post,esclarecedor!
    Eu pessoalmente,(como já deves de ter apercebido plos meus snaps de há algum tempo para cá),comecei a introduzir alimentos biológicos na minha alimentacao(e na dos meus filhos sempre que possivel).
    E sim tenho notado uma enorme diferenca de preco nos produtos,alguns nem sao assim tao caros,mas outros sao realmente muito caros,mas nota-se uma enorme diferenca no sabor,e até na minha saude,tenho-me sentido bem melhor,mais energética...mas quando nao encontro os bios compro na mesma os convencionais,principalmente no que toca a legumes e frutas.
    Tenho é particular atencao aos produtos embalado,vejo sempre os ingredientes que contem,é uma boa ajuda para saber se realmente estamos a comprar o "alimento" em si,ou apenas um substituto do mesmo(acho k me entendes).
    Enfim,agora sem dúvida que quando vou ás compras demoro sempre mais tempo que antes,pois tento dentro do possivel fazer uma compra com consciencia...tb tenho pesquisado muito sobre como comer mais saudavel,procuro nas receitas colocar ingredientes mais naturais possiveis,já substitui muita coisa,e aprendi a gostar de outras que nunca tinha experimentado na vida,e é uma nova descoberta,um novo mundo,comecei sem dúvida a apreciar melhor o sabor dos alimentos e das comidas que faco,tem sido fascinante!
    E virei super adepta dos chás,sao autenticos remédios naturais(estes é k faco questao k sejam mesmo biológicos,para que possamos realmente tirar o verdadeiro benefício deles).
    Nada como ter informacao e esclarecimento,e só cabe a cada pessoa fazer aquilo que realmente está ao seu alcance e possibilidades!
    Bjs and keep the good work! xx

    ReplyDelete
  4. Adoro este tipo de post. Obrigada. A tua conclusão não podia ser melhor, concordo plenamente com tudo. :)

    ReplyDelete